Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação e Propagação Mundial do Budismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação e Propagação Mundial do Budismo

Mensagem por Admin em Dom Jul 31, 2016 1:41 am

Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação e Propagação Mundial do Budismo

“O objetivo da prática do Budismo é possibilitar às pessoas atingir a iluminação e conquistar a felicidade individual e coletiva”

O Buda Nitiren Daishonin expôs o “Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação” (Rissho Ankoku) e a “Propagação Mundial do Budismo” (Kossen-rufu) como princípios que direcionam a prática budista a fim de as pessoas atingirem a iluminação e conquistarem a felicidade individual e coletiva.

O Budismo Nitiren capacita o ser humano a transformar a condição de vida interior para alcançar a felicidade absoluta na presente existência. Ao mesmo tempo, busca o estabelecimento da paz social por meio da reforma da vida de cada cidadão. Nitiren Daishonin expôs o princípio da realização da paz na “Tese sobre o Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação” (Rissho Ankoku Ron).

O “estabelecimento do ensino correto” (rissho) refere-se ao ato de as pessoas abraçarem o Budismo como religião que as direciona pelo correto caminho de vida. Indica também o ato de estabelecer a filosofia do respeito à dignidade da vida exposta no Budismo como princípio fundamental que orienta corretamente o rumo da sociedade. A “paz da nação” (ankoku) corresponde ao estabelecimento da paz, da prosperidade e do bem-estar na vida de todos os cidadãos.

A “Tese sobre o Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação” foi escrita visando à realização da paz da nação japonesa da época de Nitiren Daishonin. Observa-se que o espírito básico que norteia todo o conteúdo é o da promoção do bem-estar da população. Assim, os princípios revelados nessa tese são válidos para a realização da paz do mundo e a felicidade das pessoas, não somente no contexto da época em que foi escrita, mas também para os dias atuais e todo o futuro.

Por outro lado, o fato de Daishonin submeter a tese às autoridades a fim de admoestá-las e levá-las a buscar soluções para os sofrimentos da população indica que os praticantes do Budismo não devem orar apenas pela iluminação individual, mas devem atuar também pelo bem-estar da sociedade, tendo como base os princípios budistas. Portanto, fechar os olhos para os problemas sociais e se isolar não é uma atitude correta dos praticantes do Budismo Nitiren.

Nos dias atuais, a SGI tem contribuído para a solução de questões globais promovendo o movimento de paz, cultura, educação, meio ambiente e direitos humanos como atuação inspirada no espírito e nos princípios revelados na “Tese sobre o Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação”.

O objetivo da propagação do Budismo é capacitar as pessoas a revelarem o potencial de Buda na própria vida.

No Sutra de Lótus consta: “No quinto período de quinhentos anos após minha morte, realize o Kossen-rufu Mundial e jamais permita que seu fluxo cesse”. Essa frase prediz que, no “quinto período de quinhentos anos” após a morte do Buda Sakyamuni, isto é, na época correspondente ao início dos Últimos Dias, a Lei Mística será propagada pelo mundo inteiro.

O Sutra de Lótus descreve também que a missão de realizar a propagação mundial do Budismo foi delegada aos Bodhisattvas da Terra. Estes são discípulos de Sakyamuni desde o remoto passado e surgem em suas respectivas terras para cumprir essa missão.

De acordo com o Sutra de Lótus, o Buda Nitiren Daishonin surgiu na era dos Últimos Dias da Lei para promover a propagação do Nam-myoho-rengue-kyo, pela qual arriscou a própria vida em diversas perseguições.

Com relação à propagação do Budismo, Daishonin afirma: “O grande propósito não é outro senão a propagação do Sutra de Lótus” (Gosho Zenshu, p. 736) e “Se a benevolência de Nitiren for realmente grande e abrangente, o Nam-myoho-rengue-kyo propagar-se-á por dez mil anos e mais, por toda a eternidade, pois esta [a benevolência de Nitiren em propagar o Nam-myoho-rengue-kyo] possui o poder benéfico de abrir os olhos cegos de todos os seres vivos do Japão e de bloquear a estrada que leva ao inferno de incessante sofrimento” (WND, v. 1, p. 736).

De acordo com essas frases, o espírito de Nitiren Daishonin é o de promover a propagação mundial do Budismo. A SGI herdou esse espírito e tem propagado a Lei Mística pelo mundo inteiro. Nitiren Daishonin diz: “Se tiver a mesma mente que Nitiren, com certeza, o senhor deve ser um Bodhisattva da Terra” (END, v. 5, p. 252). Conforme essa frase, a SGI é uma instituição de Bodhisattvas da Terra, que assumiram a missão de promover a propagação mundial do Budismo. Em outras palavras, por herdar corretamente o espírito de Daishonin, a SGI pôde propagar a Lei Mística em escala mundial.

Fonte: Terceira Civilização. Editora Brasil Seikyo, Edição 515 de 16/07/2011, p. 70

Admin
Admin

Mensagens : 2
Data de inscrição : 26/07/2016

Ver perfil do usuário http://gakkushikan.forumtupi.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum